Fibromialgia

A síndrome de fibromialgia é uma forma freqüente de dores musculares e cansaço que afeta aproximadamente 3,7 milhões de americanos (1998). O nome FIBROMIALGIA significa dores nos músculos e tecidos conectivos fibrosos (ligamentos e tendões).

Esta condição é considerada uma síndrome porque abrange um conjunto de sintomas, queixas relatadas durante a entrevista, que podem ocorrer simultaneamente em diferentes doenças. Há também achados físicos que o médico encontra quando examina o paciente. Fibromialgia é freqüentemente confundida e pouco entendida já que vários de seus sintomas podem ser encontrados e outras patologias. Fibromialgia afeta principalmente músculos e seus locais de fixação nos ossos.Embora se manifeste como uma doença
articular, ela não é inflamatória (artrite) e não causa deformidade nas juntas. A palavra reumatismo se refere a dor e rigidez associadas às juntas, músculos e ossos. A síndrome de fibromialgia não apresenta alterações laboratoriais. Por isso, seu diagnóstico depende principalmente das queixas ou sensações que o paciente relata. Algumas pessoas podem olhar estes sintomas como imaginários ou desprezíveis. Durante os últimos 20 anos, entretanto, a fibromialgia tem sido melhor definida através de medfis.
Embora os pontos ilustrados acima sejam usados para diagnóstico, muitos outros pontos musculares e de tecidos moles podem ser excessivamente sensíveis. Você pode não estudos que estabeleceram regras para seu diagnóstico.

SINTOMAS E SINAIS DOR
A dor é o sintoma mais importante na fibromialgia. Ela geralmente é sentida em todo o corpo, embora possa começar em uma região, como pescoço ou ombro, e se espalhar para outras áreas após algum tempo. A dor em fibromialgia tem sido descrita de vários maneiras, dentre as quais ardência, desconforto, rigidez e fisgadas. Geralmente varia com a hora do dia, tipo de atividade, clima, padrão de sono e estresse. A maioria das pessoas dizem que sempre sentem um pouco de dor, principalmente nos músculos, as vezes tem a sensação de como se estivesse constantemente gripadas. Embora o exame médico seja usualmente normal e essas pessoas pareçam sadias, um exame cuidadoso de seus músculos revela áreas bastante sensíveis. A presença e a distribuição desses pontos sensíveis com as diversas queixas de dor distingue a fibromialgia de outras condições. Nem todos os médicos estão familiarizados com
essa síndrome mas a maioria daqueles que trabalha na área de dor sabem como avaliar um ponto dolorido e relacioná-lo ao diagnóstico. As áreas doloridas na fibromialgia são similares em localização às áreas de outros tipos comuns de dores ósseas e musculares Como: cotovelo de tenista (epicondilite), bursites trocanteriana, tendinites etc. Os pontos doloridos da fibromialgia tendem a estar presentes em ambos os lados e em diferentes locais. estar ciente da exata localização desses pontos sensíveis até o momento em que eles sejam especificamente pesquisados durante um exame médico. Fadiga e Distúrbios do Sono Cerca de 90 %o das pessoas com fibromialgia sentem fadiga de moderada a severa, com perda da energia, diminuição da resistência aos exercícios, ou um cansaço e perda de sono. Algumas vezes a fadiga é um problema maior do que a dor. Muitas pessoas com fibromialgia experimentam um distúrbio do sono: acordam cansadas. Embora você possa ser capaz de ficar acordado sem grandes dificuldades, o estágio de sono profundo pode estar interrompido. Você pode dormir superficialmente e acordar durante a noite. . Outros distúrbios do sono, incluindo apnéia, mioclonia, e síndrome da perna inquietas são também comuns. Pesquisas têm mostrado que uma ruptura do sono profundo altera muitas funções cruciais do organismo, como a percepção da dor

COMO DIAGNOSTICAR A FIBROMIALGIA ?
O diagnóstico de fibromialgia se baseia nas queixas de dores difusas associadas a sensibilidade aumentada nas localizações específicas mostradas. Não existem exames específicos laboratoriais ou radiológicos que permitam diagnosticar a fibromialgia. Estes testes apenas ajudam quando definem outro diagnóstico e excluem a fibromialgia. Um exemplo é a baixa do hormônio de tireóide que diagnostica o hipotireoidismo e que pode levar o paciente a apresentar sintomas semelhantes aos da fibromialgia. Uma história e exame físico cuidadosos podem afastar outras condições que também causam dor e fadiga crônicas. Pelo fato dos sintomas da fibromialgia serem generalizados, inespecíficos e semelhantes ao de outras alterações médicas, muitas pessoas se submetem a avaliações complicadas e repetidas antes de identificar que se trata da fibromialgia. Como nem todos os médicos estão treinados para reconhecer essa síndrome, torna-se importante procurar um médico que esteja familiarizado com o diagnóstico e tratamento dessa condição.

COMO SE TRATA A FIBROMIALGIA ?
As opções para o tratamento são:
•Medicações para diminuir a dor , melhorar o sono,a fadiga e o humor
•Programas de exercícios para fortalecer a musculatura e melhorar a aptidão cardiovascular
• Técnicas de relaxamento e outras medidas para diminuir a tensão muscular
• Programas educativos para ajudar você a entender e manejar a fibromialgia.
O plano deve atender suas necessidades individuais. Algumas pessoas com fibromialgia podem ter sintomas discretos outras mais graves. A compreensão do tratamento beneficiam os pacientes na sua adesão

Endereço

R. Quintino Bocaiúva, 950
Moinhos de Vento | CEP 90440-050
Porto Alegre - RS

Telefone

(51) 3330-8586

Redes Sociais