Dorneuropatica

Dor Neuropática

A ideia de dor geralmente está associada a uma lesão, um machucado, em alguma parte do corpo. Mas a dor neuropática, em especial, surge na ausência disso, porque a lesão está nos nervos ou nas demais estruturas (medula espinhal, algumas regiões do cérebro entre outras) que transmitem a sensação dolorosa a um órgão machucado.

Por isso, sentimos uma dor que pode afetar uma ou mais partes do corpo, sem que consigamos localizá-la.
CARACTERÍSTICAS DA DOR NEUROPÁTICA . A dor neuropática caracteriza-se por queimação, ardor, cansaço, câimbras, sensação de peso, dificuldade de conciliar o sono, irritabilidade e depressão, além do aparecimento repentino de choques, pontadas ou fisgadas, sendo difícil localizar a região afetada. A presença do problema também pode ser constatada:
· Quando o simples contato da pele com tecidos (como meias e lençóis) ou mesmo um leve toque provocam dor. Há casos em que até a brisa do vento em contato com a pele causa uma sensação desagradável e dolorosa. Isso é chamado alodínia.

ONDE A DOR NEUROPÁTICA É MAIS COMUM E POR QUÊ
Os locais mais comumente atingidos pela dor neuropática são:
· Mãos e pés, em decorrência de algumas doenças associadas, como diabetes, câncer e infecções pelo HIV, entre outras. O abuso do álcool e algumas medicações também podem causar dor nas extremidades.
· Em regiões dos braços, pernas, tórax e abdômen, devido a infecções, como herpes zoster, hanseníase (lepra) e hérnias de disco

Endereço

R. Quintino Bocaiúva, 950
Moinhos de Vento | CEP 90440-050
Porto Alegre - RS

Telefone

(51) 3330-8586

Redes Sociais

FaceG Plus