Promo Facebook Ad Link 43

Reabilitação respiratória: tratamento multidisciplinar para melhorar a qualidade de vida

A reabilitação respiratória é um tratamento médico, multidimensional e implementado por uma equipe interdisciplinar, dirigida a pessoas com patologias respiratórias crônicas e sintomáticas. Com ela, é possível elaborar uma estratégia individualizada a cada paciente, a fim de diminuir sintomas como a dispneia (falta de ar) e melhorar a respiração.

 

A qualidade de vida é, assim, melhorada de forma geral, compreendendo-se a avaliação, educação, orientação nutricional, suporte psicológico e programa de exercício. Os programas de reabilitação respiratória são um componente importante no tratamento não farmacológico da patologia respiratória nos pacientes sintomáticos. Esse tratamento engloba uma equipe multiprofissional, que aborda os distintos componentes da doença, tanto físicos quanto cognitivos, psicoemocionais e sociais. Trabalham, em conjunto, no ensino da doença e dos fatores de risco que podem conduzir ao seu agravamento, educando para a promoção de hábitos de vida saudáveis. 

 

Assim, realiza-se a cinesioterapia respiratória, quando há o treino de exercício físico adequado à função cardiorrespiratória do paciente, respeitando suas condições físicas e o estado de saúde de modo geral.  As recomendações internacionais sinalizam que qualquer doente com patologia do sistema respiratório e sintomas respiratórios pode ser um candidato a essa intervenção, como pacientes que manifestam doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), asma brônquica, bronquiectasias, doença pulmonar intersticial, sequelas de tuberculose pulmonar, hipertensão pulmonar e pré e pós-operatório de neoplasias do pulmão, de cirurgia torácica e de transplante pulmonar.

 

O programa de reabilitação respiratória reúne um conjunto de técnicas selecionadas conforme o diagnóstico médico, quadro clínico do doente e a limitação ventilatória existente. O objetivo é melhorar a respiração, eliminando a expectoração e diminuindo a ansiedade. Para isso, ensina-se a respiração abdomino-diafragmática e com os lábios semi-cerrados, que ajudam o doente a controlar e a diminuir a dispneia e sensação de pânico relacionada aos sintomas, por meio de:

 

  • Melhora do padrão ventilatório, reduzindo a frequência respiratória e aumentando o volume corrente;
  • Prevenção do colapso das vias respiratórias e da sincronização entre a respiração abdominal e a torácica;
  • Ensino de técnicas para melhorar a higiene brônquica. 

 

A reabilitação respiratória pode ser realizada em adultos e na idade pediátrica, tanto em crianças como em bebês. Agende sua avaliação e converse com os especialistas Medfis para escolher o melhor tratamento ao seu caso.

Endereço

R. Quintino Bocaiúva, 950
Moinhos de Vento | CEP 90440-050
Porto Alegre - RS

Telefone

(51) 3330-8586

Redes Sociais

FaceG Plus