Blog

Como tratar uma entorse de tornozelo?

Qualquer pessoa está sujeita a ter uma entorse de tornozelo. Existem vários níveis de torção que podem chegar a atingir ligamentos e apresentar fratura. Atletas estão ainda mais propensos a entorses, apesar de todo condicionamento físico que possuem.

Quando isso acontece, existem cuidados básicos que devem ser tomados inicialmente:
1 – o primeiro deles é manter o pé acima da linha do coração para evitar ou diminuir o inchaço, que sempre provoca dor.
2 – o gelo, ótimo para esse tipo de situação, deve ser aplicado a cada 2 horas, durante 15 minutos.
3 – dependendo do edema, vai ser necessário repouso por cerca de uma semana, nos casos mais graves.
4 – se tiver sido descartada possibilidade de fratura, ao utilizar muletas para locomoção, apoiar o pé até o ponto em que sentir dor.
5 – não é recomendado o uso de relaxante muscular e água quente nos primeiros dias.
6 – se o profissional médico receitar anti-inflamatório, seu uso deverá se restringir de 5 a 7 dias, mesmo período do uso do gelo.
Dependendo da gravidade da entorse, pode ser necessário imobilizar o pé com tala gessada ou imobilizador tipo "robofoot", no caso da entorse de grau 3, mais grave, por uma semana ou duas. Depois, a imobilização passa ser com imobilizador para tornozelo, que permite a utilização de calçados. Nas entorses de grau 1 e 2, o imobilizador de tornozelo pode ser usado desde o início, por um período de 6 a 8 semanas.
Quando a entorse é mais grave e lesiona os ligamentos, causando instabilidade, a ressonância magnética ou radiografia em estresse pode ser indicada para verificar se existe rompimento do ligamento e se é caso para cirurgia.
Para um atleta, interromper treinos e a prática esportiva é tudo o que ele não quer, mas em caso de entorse, ele deverá ficar de 2 a 6 semanas sem realizar suas atividades rotineiras para conseguir se recuperar ao ponto de poder voltar aos treinos. Após esse período, o tornozelo já deverá estar menos dolorido e o atleta correndo e fazendo os movimentos do esporte que pratica sem dor.
Uma boa reabilitação precisa fazer com que o atleta volte a ter a capacidade de perceber que vai torcer o tornozelo e ter uma resposta rápida muscular para evita-la ou que seja uma entorse mais leve. Essa capacidade, chamada de propriocepção, pode ser readquirida com exercícios específicos, pois ela é temporariamente perdida quando acontece uma torção do tornozelo.

Endereço

R. Quintino Bocaiúva, 950
Moinhos de Vento | CEP 90440-050
Porto Alegre - RS

Telefone

(51) 3330-8586

Redes Sociais